efeito caindo

sábado, 1 de dezembro de 2012

PLANEJAMENTO


LIDERANÇA E FIRMEZA DE ÂNIMO

Sempre que Jesus se isolava para rezar, no outro dia podia se preparar que vinha uma grande decisão. Dessa vez foi a escolha dos Doze Apóstolos. Perceba que apesar d’Ele ter o raciocínio rápido até demais para dar as respostas mais sensatas, na hora de tomar decisões importantes Ele passava a noite inteira em reflexão. Ele traçou um plano de vida, e queria cumprir sem dar margem a erros. Então essa deve ser a primeira lição de hoje para nós: buscar uma meta, um objetivo de vida, e traçar um plano para alcançá-lo. O plano de Jesus foi difundir o Evangelho para toda a humanidade. O nosso não precisa ser tão pretensioso, mas quem não sabe aonde quer chegar, não vai a lugar nenhum.
Outro ponto importante é que Jesus, sendo um líder servidor, com certeza acompanhava um por um dos seus Doze Apóstolos e Amigos. Devia conhecer a intimidade de cada um, seus anseios, suas preocupações, suas dúvidas, seus amores... e no decorrer dos 3 anos deve ter feito um profundo processo de cura e transformação nesses 12 homens, para que eles soubessem como deveriam ser com os seus próprios seguidores, quando chegasse a vez deles. Jesus sabia que estava formando os 12 não para Ele próprio, mas para o mundo... Como um verdadeiro Pai, que escuta, acolhe, compreende, perdoa, e dá forças e meios para superar as dificuldades, e principalmente as próprias limitações. Ah, como seria bom se tivéssemos mais líderes assim, mais padres, mais coordenadores, mais pais, mais mães, mais irmãos mais velhos, mais professores que se sentissem responsáveis pelos seus... Mas parece que eles próprios, por não terem recebido o exemplo, não se acham aptos a desempenhar o papel de preparar os corações para o mundo...
Por fim, a "força" que saía de Jesus e que curava a todos. Na linguagem de hoje, poderíamos dizer que Jesus era uma pessoa que tinha "presença". Todos nós já estivemos em contato com uma pessoa que parece realmente ter luz própria... que parece nunca fraquejar, mas que está sempre feliz e transmitindo energia. Pessoas assim atraem tudo de bom e de ruim para si. A postura é sempre impecável, e mesmo quando não está no centro das atenções, parece até se divertir com isso... Mesmo lidando com doenças e demônios, Jesus conservava uma atitude positiva, e com certeza só conseguia vencer os obstáculos porque conservava a firmeza de ânimo. É isso que nós devemos praticar em nós: firmeza de ânimo. Uma atitude positiva mesmo frente aos problemas da vida é o que irá nos fazer superar todas as dificuldades. Será que as pessoas que vivem animadas e sorrindo não têm problemas na vida? Às vezes tem até mais que você e eu! Portanto, lembre-se que uma atitude positiva pode até não resolver o seu problema, mas a atitude negativa, com certeza vai piorá-lo.

FONTE: Jailson Ferreira
jailsonfisio@hotmail.com


ORGANIZADO POR: Edriana Aragão de Jesus/ Eliana Aragão de Jesus/Ivna Gomes/ João Martins/ Joseane lopes Brandão/ Luciene de Oliveira/ Maria Teles de Souza Araújo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixem seus comentários!

Postar um comentário